Liga de zinco

O zinco é um elemento natural extraído do minério. Um processo metalúrgico, que compreende a queima das impurezas, a redução do óxido de zinco utilizado e a refinação por electrólise, que permite a obtenção do zinco utilizado na construção. As chapas, bobines e rolos destinados ao fabrico dos produtos correntes provêm da laminagem a quente. 
 

Composição química

Os produtos são fabricados a partir de zinco de alta qualidade Z1 (zinco puro a 99,995%) definido pela norma EN / DIN 1179 com a adição de:

- Titânio: min. 0,06% - máx 0,2%
- Cobre: min. 0,08% - máx 1,0%
- Alumínio: máx 0,015%
- A adição de cobre torna a liga mais dura e aumenta a sua resistência mecânica, o que lhe confere a sua pátina natural um aspecto mais acinzentado (sendo que antigamente a pátina no zinco era mais branca)
- A adição do titânio aumenta a resistência à fadiga do material (nomeadamente ao efeito de dilatação e retracção do material).
 

Propriedades físicas
Massa volúmica
7,2 kg/dm³
Coeficiente de dilatação (no sentido da laminagem)
0,022 mm/m/°C
Ponto de fusão
420°C
Temperatura de recristalização
300°C